14/01/2014

Edifício Café Monumental


Na Avenida dos Aliados situa-se um dos mais nobres edifícios com ar de palacete da cidade do Porto. Desenhado segundo linhas eclécticas que ressoam motivos renascentistas e do barroco combinadas com conceitos da escola de Beaux-Art de Paris, foi projectado e começou a ser construído no ano de 1925, desenhado pelo arquitecto Michelangelo Soá à sociedade Almeida Cunha Lda., com a ambição de obterem um espaço dedicado ao comércio e com escritórios.

Em 1934, este edifício acomodou um dos principais e mais luxuosos cafés da cidade do Porto – o Café Monumental. Na zona ampla que serviu de salão de exposições, os clientes poderiam assistir a requintados concertos de música. O café não durou muitos anos e, mais tarde, o edifício transformou-se na Pensão Monumental, devido ao nome do café que o consagrou.


Justo será dizer que o edifício já mudou muitas vezes de donos e albergou diferentes serviços, incluindo um stand da Ford e até mesmo uma montra onde se promovia os circuitos automóveis da Boavista. Apesar da SRU dar sinais claros da sua vontade em recuperar este edifício – que permaneceu abandonado durante muitos anos –, pouco ou nada se fez nesse sentido. Já em 2005, uma empresa imobiliária, a CasaPorto, procurou aproveitar o espaço, promovendo a sua reabilitação em simultâneo com uma demonstração de design de interiores. Tal não surgiu os efeitos esperados. Em 2010, várias notícias e artigos de opinião pessoal acusavam o abandono deste edifício, quando o papa Bento XVI visita a cidade e a nobre fachada de granito foi ocultada por painéis para que o célebre visitante não reparasse no seu ar degradado.

O edifício do Café Monumental permanece abandonado, apesar da sua localização privilegiada. Mesmo assim, não pode deixar de ser apreciado pelos muitos visitantes do Porto que, tal como uma grande maioria de cidadãos, anseiam pela sua reabilitação e posterior funcionalidade.

2 comentários:

Enviar um comentário


(Reservamo-nos ao direito de remover opiniões que, repetidamente, contenham comentários considerados ofensivos e descontextualizados.)

Artigos Populares

Envie as suas ideias!

Nome

Email *

Mensagem *